A História do Paver: O pavimento intertravado pelo mundo

A História do Paver: O pavimento intertravado pelo mundo

02.05.2017 | por: Tetracon

Blog

A História do Paver: O pavimento intertravado pelo mundo

O pavimento intertravado de concreto conquistou popularidade nas últimas décadas e emergiu em diversos países como uma alternativa prática, versátil e econômica, quando comparada a outros tipos de pavimentação.

Também, o crescimento da preocupação ambiental e da importância das questões de sustentabilidade no mercado da construção civil contribuíram para o desenvolvimento desse tipo de pavimentação.

O pavimento intertravado contribui para a realização de obras mais limpas e racionais, além favorecer a permeabilidade no local onde é instalado, permitindo a drenagem de águas pluviais.

As vantagens da pavimentação com blocos intertravados de concreto garantem a esse material cada vez mais espaço no setor da construção civil.

Apesar do crescimento de sua utilização nas últimas décadas, a utilização de pavimentos intertravados remonta à época do Império Romano.

Confira mais sobre a história do pavimento intertravado e seu desenvolvimento nas últimas décadas. Acompanhe o post de hoje!

As origens do pavimento intertravado

O pavimento intertravado vem sendo utilizado pela humanidade há milhares de anos. Durante o Império Romano, utilizou-se um conceito semelhante para a pavimentação de vias.

As pedras brutas deram origem aos primeiros pavimentos desse tipo, com estrutura irregular, que dificultava a passagem de pedestres e, principalmente, o tráfego de veículos de tração animal.

De forma a facilitar o passeio e tornar mais transitáveis as vias movimentadas, os romanos passaram, assim, a se utilizar de pedras talhadas manualmente, moldadas para que houvesse melhor ajuste entre elas.

Um dos exemplos mais notáveis das vias romanas pavimentadas por meio do intertravamento de peças é a Via Ápia, que ligava a cidade de Roma ao Sul da Itália. Existente até os dias de hoje, a Via Ápia tem a maior parte de sua extensão pavimentada com peças assentadas em forma octogonal.

O desenvolvimento do pavimento intertravado de concreto

O concreto foi utilizado como material para a produção de peças pré-moldadas somente no final do século XIX, com algumas patentes sendo registradas na Europa antes mesmo da Primeira Guerra Mundial.

O desenvolvimento da utilização desse material se deu, porém, somente após a Segunda Guerra, principalmente em países como a Alemanha e a Holanda, que passavam por um momento de reconstrução.

Nesse contexto, o pavimento intertravado oferecia como vantagens:

  • O baixo custo de produção das peças;
  • A homogeneidade de suas dimensões;
  • A facilidade de instalação em comparação a outros sistemas.

Inicialmente semelhantes a um tijolo, as peças foram aprimoradas na década de 1950 com o surgimento de novos modelos e formatos que possibilitaram o desenvolvimento de projetos de paginação cada vez mais ousados e criativos.

Na década de 1960, o pavimento intertravado já se encontrava consolidado na maioria dos países europeus e, ao final dos anos 70, sua utilização também cresceu em países como os Estados Unidos e o Japão.

O pavimento intertravado de concreto chegou ao Brasil também na década de 70 e passou por diversos avanços ao longo das últimas décadas, consolidando-se atualmente no setor da construção como solução de excelente desempenho, estética versátil e agradável e baixos custos.

Você já conhecia a história do pavimento intertravado de concreto? O que achou? Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Voltar

você também pode gostar destes artigos

20.04.2019 | por: Tetracon

Tetracon responde: dúvidas comuns sobre Concreto!

Leia mais
Meio-fio
12.04.2019 | por: Tetracon

Meio-fio de concreto pré-moldado e in-loco

Leia mais
10.04.2019 | por: Tetracon

Como assentar paver?

Leia mais

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba novidades e tendências sobre pavers e muito mais, direto no seu email.

VENHA FAZER UMA VISITA

whatsapp logo