Saiba o que considerar na compra de concreto para obras edilícias

Saiba o que considerar na compra de concreto para obras edilícias

16.01.2017 | por: Tetracon

Blog

Saiba o que considerar na compra de concreto para obras edilícias

O concreto é um dos materiais mais utilizados na construção civil brasileira e exige no momento de sua compra atenção com relação a diversos fatores, de forma a garantir o desempenho das estruturas prediais.

As variações na mistura e na qualidade dos insumos utilizados para a composição do material podem gerar problemas relacionados à sua consistência, fluidez e abatimento quando em estado fresco.

Estes problemas reduzem sua resistência à compressão no estado endurecido, comprometendo a estrutura da obra e o tempo de vida útil do empreendimento. Assim, no momento da compra, é importante estar atento a alguns fatores, principalmente às especificações e aos cálculos do projeto estrutural. Saiba como comprar concreto para obras com estruturas moldadas in loco:

A importância do projeto estrutural

Os cálculos e especificações do projeto estrutural são fatores de extrema importância no momento da compra do concreto para uma obra. É fundamental, portanto, que o construtor indique ao fornecedor o valor de resistência à compressão (fck), calculado para todas as plantas e especificações projetuais, garantindo uma resistência à compressão adequada para a estrutura. Cabe a concreteira atender às normas técnicas relacionadas ao fornecimento de concreto e cumprir com valores de resistência especificados no detalhamento recebido.

O valor de resistência à compressão (fck) é determinado pelo projetista da estrutura, com base em aspectos como as solicitações de cálculo desta, as dimensões pretendidas para os elementos estruturais e a durabilidade da obra. Para edificações com mais de 30 andares, alguns profissionais defendem o uso do concreto autoadensável, com resistência ideal entre 40 e 90 Mpa.

Além desta maior resistência, o concreto autoadensável apresenta algumas vantagens com relação ao convencional: permite obras menos ruidosas, uma vez que não precisa ser vibrado, além de ser mais leve para os operários, mais rápido em sua aplicação e possibilitar melhor acabamento e menor danificação das fôrmas.

Fator econômico

Seja para concreto autoadensável ou para o concreto convencional, o fator econômico é fundamental para as especificações de projeto. Isso porque a escolha de um concreto com maior resistência (maior fck) permite a redução expressiva das armaduras em aço, tornando a estrutura mais barata, principalmente nos pavimentos mais baixos, onde as cargas da edificação são maiores. A questão econômica exige, portanto, estudo e sensibilidade por parte do engenheiro, de forma a avaliar a resistência adequada para cada caso.

Elasticidade

A elasticidade do concreto é outro ponto primordial a ser considerado no projeto estrutural e na hora da compra deste material. O projetista calcula os valores iniciais do módulo de elasticidade e estes são avaliados em seguida, através de ensaios, de forma a se chegar aos valores reais.

De acordo com a NBR6.118:2014, o cálculo do modo de elasticidade deve considerar o tipo de agregado de concreto e admite variações de 20% a mais e 30% a menos com relação aos valores nominais.

A determinação destes valores deve levar em consideração informações como os agregados existentes na região, evitando o transporte deles a longas distâncias para se atingir os valores determinados em projeto.

Escolha da concreteira

Alguns aspectos relacionados à escolha da concreteira também são fundamentais no sentido de garantir à obra o desempenho esperado. Além da análise do preço, que pode variar de acordo com o custo dos insumos, o volume de concreto a ser fornecido, o prazo de duração da obra e a distância entre a usina e o canteiro devem ser levados em conta.

É importante, também, estar atento à qualidade dos serviços oferecidos. A concreteira deve apresentar, não somente uma equipe treinada para a realização da obra, mas também equipamentos calibrados para a execução das dosagens, conforme as orientações da norma e o projeto estrutural.

É interessante, assim, visitar a empresa escolhida, analisando os materiais utilizados por esta no preparo do concreto e as bases para atendimento às exigências explicitadas em norma.

Opte, assim, por concreteiras que realizam ensaios de materiais e do concreto em seus próprios laboratórios e com localização próxima ao local da obra.

Quais outros aspectos você considera importante para a compra do concreto? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

Voltar

você também pode gostar destes artigos

20.04.2019 | por: Tetracon

Tetracon responde: dúvidas comuns sobre Concreto!

Leia mais
Meio-fio
12.04.2019 | por: Tetracon

Meio-fio de concreto pré-moldado e in-loco

Leia mais
10.04.2019 | por: Tetracon

Como assentar paver?

Leia mais

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba novidades e tendências sobre pavers e muito mais, direto no seu email.

VENHA FAZER UMA VISITA

whatsapp logo